Página Alma Pampeana 21/03/2014

ADÁGIOS
* Mais eficiente que japonês na roça.
* Mais encolhido que tripa grossa na brasa.
* Mais enfeitado do que burro de cigano em festa.
* Mais engraxado que telefone de açougueiro.
* Mais esticado que rabo de perdigueiro amarrando perdiz.
* Mais faceiro que gordo de camiseta.

DICIONÁRIO GAÚCHO
* BOCHINCHE, s. Baile de plebe, arrasta pé, espécie de batuque, divertimento chinfrim próprio de gentalha. Desordem, briga. Anarquia, desleixo, má direção dada a qualquer empreendimento, por inaptidão ou ignorância.
* BOCHINCHEIRO, s. e adj. Indivíduo implicante, baderneiro, turbulento, desordeiro, provocador de bochinches.
* BOCÓ, s. Adj. Bobo, tolo, pateta, acriançado, lorpa. Pequena bolsa de couro cru ou de fazenda, usada a tiracolo. Bornal.
* BOI-BARROSO, s. Cantiga popular em que são exaltadas as qualidades e os mistérios de um boi desse pelo. São inúmeras as quadras escritas a respeito de tal boi, a maioria de autores desconhecidos.
* boi-corneta, s. Boi de um só chifre, por ter quebrado o ooutro, ou por ser aleijado de um deles. O boi-corneta, em geral causa complicações na tropa em que faz parte. Por ext. indivíduo indisciplinado, trêlego, rixento, arengueiro, inquieto, que dá mau exemplo.

ACONTECIDO
* 03/03/1927 Nascimento do cantor, compositor e trovador Vitor Mateus Teixeira – o Teixeirinha em Rolante – RS.
* 07/03/2010 – Falecimento de Jader Moreci Teixeira (Leonardo) no hospital de Viamão por complicações renais aos 71 anos.

A REVOLUÇÃO DE 1893
As conseqüências da retirada de Gumercindo
Quando da chegada das tropas de Gumercindo Saraiva à Desterro ( hoje, Florianópolis) e Curitiba, as tropas florianistas deixaram as cidades desguarnecidas, abandonaram suas defesas e recuaram, deixando somente alguns soldados na retaguarda e a população entregue à própria sorte. Em ambas as cidades, a elite política, comerciantes e industriais, resolveram, para evitar saques, mortes e estupros, fazer um acordo com Gumercindo Saraiva, neste, a tropas dos Maragatos, respeitaram o acordo de não violência e em troca a população pagaria um tributo de guerra. O acordo foi estabelecido e a população foi poupada.
Mas os federalistas, depois de sucessivas lutas e atos de heroísmo e bravura que se inscreveram nos anais da História Pátria, são derrotados e, com as volta das tropas legais foi feito um sangrento”acerto de contas”.
Em curitiba, diante da iminência do ataque, o povo recorreu ao Barão do Serro Azul(Ildefonso Pereira Correia), pois nenhum outro líder inspirava confiança. O governo estava acéfalo. Formou-se uma Junta Governativa do Comércio, sob a chefia de Serro Azul, habilitado a conter os excessos de uma cidade despoliciada e aturdida. Criaram o empréstimo de guerra e foram até Gumercindo Saraiva negociar a invasão de Curitiba.
O mesmo aconteceu em Desterro, onde o Barão do Batovi (Manoel de Lima Gama Lobo Coelho d´Eçá) presidiu uma tumultuada e histórica reunião realizada em 29 de setembro de 1893, durante a qual optou-se pela capitulação frente aos navios da Armada, amotinados contra o ditador Floriano Peixoto. Batovi não fez senão render-se ás aspirações dos habitantes de Desterro apavorados e subitamente envolvidos em tão espetaculares acontecimentos.
E, até então pacatas Curitiba e Desterro, entram para a lista negra de Floriano Peixoto.
Vingativo, o marechal Floriano nomeia e manda para Santa Catarina, o impetuoso tenente-coronel de Infantaria do Exército Antônio Moreira César, nome que a história celebra pelas alcunhas de Corta-Cabeças. Ao mesmo tempo tropas do coronel Pires Pereira ocupam Curitiba, abandonada pelos revoltosos e o comandante do distrito militar, general Ewerton de Quadros, impunha alei marcial.
Covardemente no Paraná, dezenas de pessoas, entre civis e militares foram executadas sumariamente, já em Santa Catarina esse número subiu para cerca de 300 pessoas.

OBS. MUITAS CIDADES BRASILEIRAS HOMENAGEIAM ESSE BANDIDO COM NOME DE RUAS E AVENIDAS. (Vergonhoso). Floriano Peixoto.

ACONTECE
 * 08/09/03 Rodeio Crioulo promovido pelo CTG Alto da Querência de Anchieta – SC.
Maiores informações 49-3653-0150.

CULINÁRIA CAMPEIRA
"VACA ATOLADA 6 PESSOAS"
Ingredientes
• 2 kg de costela
• 4 dentes de alho
• 2 colheres de sal
• 2 colheres rasas de colorau
• ½ xícara de banha ou óleo
• 4 cebolas médias
• 1 kg de mandioca

Modo de fazer:
Corte a costela (largura de 3 dedos), prepare o tempero: em uma vasilha junte sal, alho amassado, colorau e misture com a carne. Coloque gordura em uma panela para esquentar, adicione a carne, mexendo de vez em quando até fritar. Depois de frita acrescente a cebola e gotas de água, para que a carne fique macia. Adicione a mandioca em pedaços grandes, água para que desmanche e vá mexendo até cozinhar.

Ouvir pelo MediaPlayer Ouvir pelo Winamp Android iTunes Facebook