Página Alma Pampeana

ADÁGIOS 
* Engraçado como gorda botando as calça.
*Esburacado como poncho de calavera.

 *Escassa como pelo em recavém de touro.

 DICIONÁRIO GAÚCHO
* APEROS, s. Arreios. Preparos necessários para encilhar o animal. As partes dos arreios que servem para o governo, segurança e ornamento do cavalo: rédeas, cabeçada, bucal, peitoral, rabicho, maneia, etc. Preparos, Jaez.
* APARTAÇÃO, s. Ato de apartar, separar, animais que se encontram juntos e que serão levados para lugares diferentes, por motivo de venda ou simples mudança de campo.
* APARADOS, s. Denominação dada aos contra-fortes da Serra geral no estado do Rio Grande do Sul. Os aparados são despenhadeiros verticais e abruptos, de impressionante beleza, cuja altura variade 400 a 1200 metros, a prumo. Estão situados entre o Rio Grande do Sul e Sanat Catarina, nos municípios de Bom Jesus, Cambará do Sul e São Francsico de Paula.

GIUSEPPE GARIBALDI
Político e militar revolucionário italiano nascido em Nice (4/7/1807), na época pertencente à Itália, em uma família de pescadores, chegando, em 1836, para o Rio Grande do Sul, onde luta ao lado dos farroupilhas na Revolta dos Farrapos e se torna mestre em guerrilha.Três anos depois, vai para Santa Catarina auxiliar os farroupilhas a conquistar Laguna. Lá conhece Ana Maria Ribeiro da Silva, conhecida como Anita Garibaldi, que deixa o marido para segui-lo.Anita destacou-se por sua bravura participando ao lado dele das campanhas no Brasil, no Uruguai e na Europa. Dirigiu as defesas de Montevidéu (1841) contra as incursões de Oribe, ex-presidente da República, então a serviço de Rosas, o ditador da Argentina. Voltou à Itália (1847) e integrou-se às tropas do papa e do rei Carlos Alberto. Regressou à Itália (1848) para lutar pela independência de seu país contra os austríacos.
Derrotado, perseguido e preso, perdeu também a companheira Anita (1849), morta em batalha. Refugiou-se por cinco anos nos Estados Unidos e depois no Peru, até voltar à Europa (1854). Numa nova guerra contra a Áustria (1859), assumiu o posto de major-general e dirigiu a campanha que terminou com a anexação da Lombardia pelo Piemonte. Comandou célebres camisas vermelhas (1860-1861) que utilizando táticas de guerrilha aprendidas na América do Sul, conquistou a Sicília e depois o reino de Nápoles, até então sob o domínio dos Bourbons. Conquistou ainda a Umbria e Marcas e no reino sulista das Duas Sicílias, porém renunciou aos territórios conquistados, cedendo-os ao rei de Piemonte, Vítor Emanuel II. Liderou uma nova expedição contra as forças austríacas (1862) e depois dirigiu suas tropas contra os Estados Pontifícios, convencido de que Roma deveria ser a capital do recém-criado estado italiano. Na batalha de Aspromonte foi ferido e aprisionado, mas logo libertado. Participou depois da expedição para a anexação de Veneza. Em sua última campanha, lutou ao lado dos franceses (1870-1871), na guerra franco-prussiana. Participou da batalha de Nuits-Saint-Georges e da libertação de Dijon. Por seus méritos militares foi eleito membro da Assembléia Nacional da França em Bordéus, mas voltou para a Itália elegeu-se deputado no Parlamento italiano em 1874 e recebe uma pensão vitalícia pelos serviços prestados à nação. Morre em Capri em 2 de junho de 1882.

ACONTECIDO
* 02/10/1836 – Batalha do Fanfa – Revolução Farroupilha – derrota riograndense.
* 04/10/1879 – Falecimento de Manoel Luis Osório – Marques do Erval, Patrono da Cavalaria, morre no Rio de Janeiro.
* 04/10/2009 – Falecia aos 74 anos de idade Mercdes Sosa “A voz dos sem voz”.
* 05/10/1998 -  Morre em Santa Maria o músico, cantor Noel Guarany.

CULINÁRIA CAMPEIRA
COSTELA FOGO DE CHÃO

Ingredientes:
 Uma costela de 10 Kg, sal grosso moído.

Modo de fazer:
Para preparar o fogo de chão, cave um buraco fundo, com uma profundidade que de para encher com um saco de carvão e acenda. Depois de passar o sal grosso por toda a peça, dois segredos são necessários para deixá-la no ponto: um é de sempre manter o mesmo calor, completando pouco a pouco o carvão do buraco, o outro é  deixar a costela inclinada sobre o fogo, para que pegue mais calor. Não caia na tentação de retirar a costela do fogo antes de 7 a 9 horas. A paciência é o segredo desse prato. Enquanto ela fica pronta, lingüiças como aperitivo ou ma picanha são uma boa pedida para tapear a fome.

Dicas
1) Escolha a carne ideal para o tipo de churrasco que você pretende fazer. Lembre-se de nunca colocar a carne de molho na água. Ela comprime as fibras e deixa a carne dura.
2) Limpe a carne com uma faca afiada, tirando os sebos e gorduras desnecessárias, lembrando de nunca lavar a peça.
3) Procure não usar temperos. O sal grosso sem tempero é o mais indicado, pois ressalta o sabor da carne. É bom evitar temperos muito ácidos como vinagre, pois o ph baixo tira a umidade da carne.
4) A escolha dos espetos é muito importante. Evite os cromados e prefira de aço 304 L, que não são prejudiciais a saúde. Para carnes mais grossas e pesadas, escolha espetos duplos. Para carnes finas como picanha, utilize os espetos únicos. Use a grelha ou chapa para fatiados ou embutidos.
5) Para assar o seu churrasco fique virando o espeto na churrasqueira até o suco surgir na superfície. Daí é só cuidar para que a carne atinja o ponto ideal. Mal passada, no ponto ou bem passada. A escolha é sua.
Não se esqueça de servir aperitivos e acompanhamentos junto com o seu churrasco.

11º ACAMPAMENTO FARROUPILHA 2014
Acredito que a maior das conquistas foi o espaço de mais ou menos 5,6mil metros quadrados o qual a partir deste ano passa a ser definitivo onde faremos diversos eventos culturais durante o ano. Espaço este denominado de Parque Farroupilha e por sinal o único existente em Santa Catarina e no Brasil somos, portanto, os pioneiros. Parabéns a todas as pessoas que de um jeito ou de outro fizeram sua parte e um parabéns especial para o Sr. Prefeito José Cláudio Caramori o Zé pelo seu arrojo.
            Sabemos que muita coisa precisa ser feito ainda, alguns concertos, algumas alterações, modificações, sabemos disso, mas também compreendemos que em um pouco mais de 40 dias que tivemos fizemos bastante.
            Pelo Parque passaram mais de 120 mil pessoas pilchadas ou não.

            E vem aí mais um evento da cultura gaúcha que é o Festival Nativista.