Página Alma Pampeana

ADÁGIOS
* Ganiçar como cusco que levou água fervendo pelo lombo

* Gordo e lustroso como gato de bolicheiro

* Gosmento como cuspida de bêbado
* Gritar mais que cabrito embarcado


DICIONÁRIO GAÚCHO
 ABATUMADO, adj. Diz-se do pão que ficou duro e pesado por insuficiência de fermentação da massa.
ABARBARADO, adj. Diz-se do indivíduo com maneiras de bárbaro. Arrojado, temerário, temível, abrutalhado, grosseiro, estouvado, rude.
ABICHORNADO, Adj. Aborrecido, triste, desanimado, vexado, envergonhado, acovardado, aniquiliado, magoado, acabrunhado, abatido.
AÇOITEIRA, s. Parte do relho ou rebenque, constituida de tira ou tiras de couro, trançadas ou justapostas, com a qual se castiga o animal de montaria ou de tração.

A URBANIZAÇÃO NO RIO GRANDE DO SUL
            A urbanização no Rio Grande do Sul dá-se com características muito próprias no Norte e no Sul do Estado. Quer dizer, é uma urbanização diferenciada, pois está estreitamente ligada ao tipo de ocupação e economia.
            No Sul do Estado, na Campanha, as cidades que se formam são todas distantes umas das outras. Isto está ligado à própria estrutura fundiária, em que as propriedades rurais são extensas e as sedes das estâncias ou fazendas são distantes umas das outras. A população envolvida na atividade pecuária não é muito numerosa. Por todos esses motivos as cidades que se formam no interior da Campanha estão localizadas distantes umas das outras. São cidades de tamanho razoável, com infra-estrutura urbana que satisfaça as necessidades da população de fazendeiros e de quem trabalha nas fazendas.
            O contrário acontece no Norte do Estado, nas áreas de mato do Rio Grande do Sul. A estrutura fundiária assentada na pequena propriedade rural, a população aí existente, toda de pequenos proprietários que trabalham com suas famílias e, por isto, bastante numerosa, são motivo para a existência de inúmeras pequenas cidades. De outro lado, a necessidade de criar uma camada política capaz de fazer frente ao poder dos estancieiros também tem que ver com a criação dos municípios. Esta é uma forma de garantir o poder, a influência, repartindo o espaço (em municípios) onde, em cada um garante-se o controle do espaço e da população.
            A vida que se forma ao redor da capela, da escola, do armazém e do clube, vai se desenvolvendo, se estruturando, criando assim o núcleo urbano inicial da cidade. Em sua maioria, as cidades da zona de matas são pequenas, com infra-estrutura precária. São todas cidades muito próximas umas das outras.
            Urbaniza-se o Rio Grande do Sul com as características muito ligadas ao tipo de economia e ocupação inicial das duas porções distintas do Estado.

 CULINÁRIA GAÚCHA
MATAMBRE 
Ingredientes:
1 matambre de 1 kg
Temperos (sal, alho, cebola picada)
Como fazer.
O matambre deverá ser batido no sentido das fibras. Posteriormente, aferventar com os temperos. No dia seguinte, poderá ser assado no espeto ou enrolado simples, com lingüiça, ou guisado e frito em panela de ferro, ocasião que levará por cima 2 cebolas grandes cortadas em rodelas. Acrescentar água fria se for necessário, para realizar a cocção.