Página Alma Pampeana

ADÁGIOS
* Mais por fora que cabelo de côco.
*  Mais por fora que cotovelo de caminhoneiro.
* Mais por fora que quarto de empregada.
* Mais por fora que surdo em bingo.
* Mais por fora que umbigo de vedete.

DICIONÁRIO GAÚCHO
* COM UM PÉ ATRÁS, Expr. Prevenido, pronto para defender-se, para safar-se de uma situação desagradável.
* COMPROMISSO, Adj. Importante. “Negócio de compromisso”, isto é, negócio importante. “Carreira de compromisso”. Isto é, carreira de grande importância, pelo vulto da parada ou por qualquer outro motivo.
* CHIRIPÁ, s. Vestimenta rústica, sem costuras, usada antigamente pelos homens do campo. É constituído de um metro e meio de fazenda que, passando por entre as pernas, é preso à cintura em suas extremidades por uma cinta de couro ou tirador. Há, também, chiripás de luxo, bordados e com franjas. O chiripá serve de calças, ou de bombachas. Atualmente é usado apenas nos CTGs, por conjuntos folclóricos.
* ACHICAR-SE, v. Acovardar-se, fazer-se pequeno, humilhar-se.

O QUE É SER GAÚCHO?
Esqueçam idealizações imbecis ou fantasias folcloristas. Tratarei do gaúcho em sua essência, não dos aspectos que podem ser simplesmente adquiridos externamente. Logo, ser gaúcho não é (só) vestir pilchas e dançar chula. O gaúcho é uma figura cultural, um povo, um conglomerado de características surgidas na vida no Pampa, perpassando hábitos e vestimentas e culminando em um tipo, cujas às características preenchem o interior de todo o gaúcho Lioho de verdade.
Um gaúcho legítimo não precisa ser nascido nos pampas argentino, uruguaio ou rio-grandense. Não precisa vestir bombachas, tomar chimarrão nem falar “tchê”. Igualmente, não é apenas engolindo água com erva-mate, dançando vaneira e cumprimentando como gaudério que um maturango vira gaúcho.
A nossa pátria é o Pampa e não a praia com coqueiros, nossa característica é a bravura e não o jeitinho; nosso valor é a lisura e não a malandragem.
O gaúcho autêntico – não importa onde tenha nascido – é um bom anfitrião, que 
trata seu hóspede com toda a regalia; é simples de modos, mas reto de Caráter, é humilde em ambições, mas exagerado em idéias e paixões; é um respeitador fiel da hierarquia funcional e o primeiro a proclamar a igualdade quando todos sentam juntos para matear; é um batalhador, que não desiste nunca; é um rebelde, que nunca aceita ser dominado; é um bravo que foge de uma luta por ser difícil.
O gaúcho autêntico é um verdadeiro tradicionalista. Não porque aprende coisas no CTG, mas porque carrega em si esses valores e não vê alternativa possível de vida digna fora deles. Não é possível ser gaúcho só no fim de semana. Então, quem quiser falar em preservar a tradição, que comece por aderir completamente aos preceitos aí em cima. Depois, pense em pilchas, danças e expressões típicas.

CHAMA CRIOULA: O Fogo Simbólico simboliza a Pátria Brasileira, na semana ligada ao dia 7 de setembro. É o espírito do cultivo cívico da Semana da Pátria. Em 1947, Paixão Cortes, liderando um grupo de estudantes, fundou o Departamento de Tradições Gaúchas do Grêmio Estudantil Júlio de Castilhos de Porto Alegre. Tomou um centelha do Fogo Simbólico, instituiu as comemorações farroupilhas e a Chama Crioula que haveria de encarar o espírito heroico dos farroupilhas. Conservaria acesos os ideais de JUSTIÇA E LIBERDADE. (LIBERDADE, HUMANIDADE E HUMANIDADE). Ela é a expressão do orgulho e dos ideais gaúchos.

ACONTECIDO
06/09/1979 – Desembarcava em Fóz do Iguaçú após 15 longos anos de exílio O Herói Nacional LEONEL DE MOURA BRIZOLA.
08/09/1947 – Acesa a Primeira Chama da Ronda Crioula que marca a mais longa Ronda Crioula da História da Cultura Gaúcha.
10/09/1889 – Fundação da União Gaúcha por João Simões de Lopres Neto.
11/09/1836 – o Gen. Antônio de Souza Neto nos Campos de Seival – Candiota Proclamava a República Rio-Grandense separando-a do resto do Brasil e dando início a Guerra dos Farrapos.
13/09/1943 – Getúlio Vargas assina do Decreto nº 5.812 que cria o Território Federal do Iguaú. Sua capital é Laranjeiras do Sul e seu primeiro Governador nomeado foi o Cel. Garcez do nascimento e o segundo o Cel. Frederico Trota. A Constituição de 1946, no Art. 8º das Disposições Transitórias, bloquiaram a criação do novo Estado.
19/09/1974 – Fundação do Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore pela Lei 6.736 do Gov. Est. RS.
20/09/1835 – Deflagrada a Revolução Farroupilha com a tomada de Porto Alegre.
23/09/1788 – Nascia Bento Gonçalves da Silva – General, líder da Revolução e Guerra dos Farrapos, nasce em Triunfo – RS.
23/09/1864 – Nascia Honório Lemes da Silva – O Leão do Caverá.
23/09/1930 – Falecia Honório Lemes da Silva – O Leão do Caverá.

CULINÁRIA CAMPEIRA
VACA ATOLADA (6 PESSOAS)
Ingredientes
• 2 kg de costela
• 4 dentes de alho
• 2 colheres de sal
• 2 colheres rasas de colorau
• ½ xícara de banha ou óleo
• 4 cebolas média
• 1 kg de aipim

Modo de fazer:
Corte a costela (largura de 3 dedos), prepare o tempero: em uma vasilha junte sal, alho amassado, colorau e misture com a carne. Coloque gordura em uma panela para esquentar, adicione a carne, mexendo de vez em quando até fritar. Depois de frita acrescente a cebola e gotas de água, para que a carne fique macia. Adicione o aipim em pedaços grandes, água para que desmanche e vá mexendo até cozinhar.

PROGRAMAÇÃO 14º ACAMPAMENTO FARRAPO CHAPECÓ/SC
CLIQUE NA IMAGEM PARA ABRIR:



Ouvir pelo MediaPlayer Ouvir pelo Winamp Android iTunes Facebook